5 Plantas para painéis - Ecobra Paisagismo & Arquitetura

5 Plantas para painéis

Painel desenvolvido por Ecobra Paisagismo & Arquitetura
Painel desenvolvido por Ecobra Paisagismo & Arquitetura

Você gosta de painéis verdes, muros verdes, jardins verticais ou green wall? Então separamos algumas boas recomendações de plantas para você. Para se fazer um painel é necessário um cuidado maior ao escolher as plantas, pois possuem características específicas que acabam sendo ideais para esse tipo de projeto. Aproveite a lista e confira as 5 plantas para painéis separados pela Ecobra.

Samambaia Mato-grosso

Samambaia de Mato-grosso
Samambaia Mato-grosso

Samambaia é uma planta vigorosa, resistente, originária das regiões tropicais do Brasil, dotada de raízes grossas, com folhas grandes, recurvadas, mais ou menos pendentes, largas e alongadas. É encontrada no estado nativo como uma planta que cresce em cima de tronco de palmeira “bacuri” de Mato Grosso, entre os pecíolos das folhas.

Cultivada em vasos e jardineiras, de boa fertilidade e enriquecido com matéria orgânica, mantidos a meia-sombra e irrigados periodicamente. Em regiões quentes e úmidas é frequentemente plantada sobre palmeiras de jardim, mas também em fendas e buracos de pedras situadas sob árvores. Relativamente rústica é, contudo, pouco tolerante ao frio.

Multiplica-se qualquer época do ano.

Jibóia

Jibóia
Jibóia

Planta resistente, de crescimento vigoroso, originária das Ilhas Salomão, de folhagem muito ornamental. Folhas espessas, dura como couro, possui zonas de coloração em amarelo ou branco. Folhas de 15-30 cm de comprimento. Nas plantas ainda jovens as folhas são pequenas, sempre inteiras e sem zonas de coloração, o mesmo acontecendo quando crescem à sombra. Flores desconhecidas em nosso país.

Costuma ser cultivada apoiada em suportes de fibra de coco, a pleno sol ou a meia-sombra como trepadeira ou apoio em suportes. Também plantada em grupos formando maciços densos para forração de amplos espaços em locais sombreados. Nessa última situação mantém as folhas pequenas. É pouco tolerante a baixas temperaturas. Dado o seu crescimento rápido e violento, se apoiada em palmeiras ou árvores, pode eventualmente sufocá-las.

Multiplica-se facilmente por pedaços de ramos.

Rhipsalis Teres

Rhipsalis Teres
Rhipsalis Teres

Planta que vive sobre outras, sem parasitá-las e vive em paredes ou muros, suculenta, constituído de ramos cilíndricos, verdes, articulados e pendentes que exercem a função das folhas que são ausentes, nativo no Sul e Sudeste do Brasil. Flores formadas nas pontas durante a primavera-verão, as quais dão origem a frutos arredondados, brancos ou rosados, consumidos avidamente por várias espécies de pássaros.

É cultivada principalmente afixada a árvores em jardins sob bosques; também em vasos e jardineiras elevadas para se obter o efeito dos ramos pendentes, a meia-sombra. Em troncos de árvores ou outros apoios pode-se afixá-la em placas de fibras de coco. É resistente a baixas temperaturas.

Multiplica-se por pedaços de ramos preparadas no final do inverno ou primavera.

Véu de Noiva

Véu de Noiva
Véu de Noiva

Planta delicada, resistente, de ramos rasteiros com enraizamento nos nós. Quando em vaso ficam pendentes, com ramificações numerosas, longas e finas, arroxeadas, com nós longos, de 10-15 cm de altura, originária da América tropical. Folhas alternadas, verde-escuras, brilhantes, arroxeadas na face de baixo, de 4-7 cm de comprimento. Possui flores em cachos nas pontas, com poucas flores brancas, formadas o ano todo.

É indicada para cultivo a meia-sombra, em vasos e jardineiras suspensas como planta pendente, formando cortina densa, daí a razão do nome popular. Adequada também para forrar o solo em canteiros à sombra, com terra rica em matéria orgânica e irrigada periodicamente. Não tolera geadas, sendo indicada principalmente para regiões tropicais.

Multiplica-se com facilidade por por pedaços de ramos que emitem raízes nos nós.

Tradescantia Zebrina

Tradescantia Zebrina
Tradescantia Zebrina

Planta rasteira, suculenta, resistente, muito ramificada, originária do México, de 15-25 cm de altura, com folhagem colorida muito vistosa. Folhas carnosas, verde-arroxeadas com estrias verde-claras na face superior e roxo-manchadas na face inferior ou roxo-escuras quando a pleno sol, de 5-9 cm de comprimento. Pequenas flores arroxeadas nas pontas.

Pode ser cultivada isoladamente em vasos e em jardineiras como planta pendente. Quando mantida a pleno sol adquire cor roxo-escura. Planta rústica, não exige podas de contenção, contudo não é tolerante a geadas, sendo indicada apenas para regiões tropicais e subtropicais.

Multiplica-se facilmente por pedaços de ramos.


Lembre-se de sempre estar bem informado antes de realizar um projeto de um painel verde, pois você pode acabar perdendo as plantas e isso acarreta em um grande custo. Caso tenha alguma dúvida e queira compartilhar conosco, entre em contato.

Painéis verdes são lindos e agregam um valor impressionante para o espaço, se você gostou do nosso post, compartilhe.

Até a próxima 🙂

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s